terça-feira, 17 de setembro de 2013

A arte da ilusão

Portugal, 17 de Setembro de 2013

Terminei a minha semana e férias com uma passagem breve pela “Catedral” da Luz, onde fui almoçar o Bife à Catedral com Molho de Queijo da Serra, o prato de excelência que escolho sempre quando lá vou. Depois umas comprinhas na loja da Benfica Store ou da Adidas, coisa pouca que não estou aqui para iludir ninguém, e “ala que se faz tarde” rumo ao nordeste...

Para quem chega a Lisboa vindo de Almada, julgo que pelo Eixo Norte/Sul, a primeira saída que aparece, para o estádio de Alvalade, tem uma placa limpa, logo seguida da saída para o estádio da Luz que tem uma placa onde se lê “Benfica é merda”... Gente educada, estes adeptos do SCP ou terei sido eu que tive azar de apenas apanhar uma placa suja do Benfica porque existirão placas sujas do SCP também, dirão os adeptos do SCP...

Não sei porque comecei por aqui pois o que queria falar é da ilusão que grassa entre adeptos de todos os clubes, uns iludindo-se com os méritos desportivos, outros, em particular os adeptos do Benfica iludindo-se com pretensas falhas “disto e daquilo”...

Tenho dois tios que todos os anos vêm à terrinha na altura da principal romaria da cidade. Um é adepto do FCP, outro é adepto do SCP. Também todos os anos tenho o ritual de os ir cumprimentar e falar da vida e do futebol. Este ano isso não foi excepção e quando o futebol veio à baila, pelo simples do meu tio sportinguista, as “hostilidades” começaram com a sacramental questão: “então que é que vos aconteceu este ano que não ganharam nada e podiam ter ganho tudo”. Respondi que não aconteceu nada, apenas que houve umas arbitragens que para variar, e tal como nos últimos anos, viram penaltys para uns mas não viram para outros, mais os foras de jogo e os cartões, e com isso deram pontos ao FCP que lhes permitiu serem campeões.

Claro que o meu tipo do FCP logo interveio para rebater: “não digas isso... aquele jogo do Benfica com o Braga foi um escândalo”. Com o Braga, tio? “sim, aquele do Capela”.. Ah, o jogo com o SCP... é pá, o tio viu o jogo? “sim, eu vejo os jogos todos e aquilo foi um escândalo”. Bem, não deve ter visto bem porque já nem se lembrava que era com o SCP e não com o Braga, mas diga, que é que se passou nesse jogo? “Que se passou? Aquilo foi um roubo, só penaltys foram uns 3 ou 4”. Então e o tio lembra-se dos lances? É que posso rebater, porque não foi nada disso, isso foi apenas uma montagem da Sporttv, para pressionar as arbitragens para o resto do campeonato. Vamos lá falar do 1º pseudo penalty. Se o “Wolkswagen” rematou à baliza, apesar de tocado, era penalty porquê? “Já não me lembro dos lances, sei que eram 3 ou 4”... ah, já percebi... e diz o tio que vê os jogos.. ok... olhe e aquele tropeção do James que deu um penalty a favor do FCP em Paços de Ferreira? “Aquilo não foi penalty?”. Claro que não.. até foi fora da área e tudo... “Ah, uns dão para os outros”....

Pois é assim que os adeptos vêm o futebol. Ou melhor não vêm. Não conhecem nem sabem analisar os lances. Mas fazem ressonância das conclusões dos ditos peritos futebolísticos, dos tais que já ganharam títulos em vários clubes em Portugal. Andam pois iludidos. Por quem? Exacto, por essa comunicação social que escolhe paragonas de 1ª página ou de abertura de tele ou rádio jornais, com os epítetos de “polémico” se existir um erro de arbitragem mesmo que microscópico a favor do Benfica, e “vitória difícil mas justa” se for o FCP em Paços (já esta época) ou “vitória fácil” se for o SCP em Olhão com o 2º primeiro golo em fora de jogo, em duas jornadas consecutivas...

Não se passa nada no mundo da arbitragem. Está tudo a correr “bem”. Mas quantos pontos teria o Benfica se tivesse havido arbitragens isentas, nos jogos com  Marítimo e SCP, e quantos pontos teriam FCP e SCP na mesma situação?

Será que poderíamos ver títulos ou referências como as que temos visto sobre o “melhor SCP do século” e o “FCP soma e segue”? Claro que não...
Há que continuar a iludir os adeptos e manter esta “normalidade” da anormalidade. O futebol virou ganha-pão para muita gente e constata-se que os critérios informativos, opinativos ou noticiosos se conformaram com a lógica do “Norte”, a lógica do FCP e da Olivedesportos, a lógica da pressão, do conflito, da superioridade a qualquer preço, a lógica dos dois clubes, um em Lisboa e outro no Porto. Quem alinhar, fica, quem não alinhar vai para o desemprego. Olhem o João Querido Manha como veio “direitinho” dos problemas que teve em meados da década passada...

O Benfica não reage porque estamos fora desse jogo, querendo fazer crer que somos diferentes, que temos de ganhar se formos melhores.. mas não é nada disso. Simplesmente alimentamos este jogo com os inêxitos derivados do nosso silêncio. Os sócios pagam. São muitos e limitam-se a pagar e a acreditar no projecto do empreiteiro, o projecto do endividamento bancário permanente, da nulidade reivindicativa, do ganhar se os do FCP desperdiçarem as ajudas que semanalmente os árbitros lhes dão.


Mas o meu tio e tantos como ele, é que vêm os jogos e é que sabem que no final, os “erros compensam-se” e “todos os 3 grandes são ajudados”. E pronto. Siga a “música”...

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Ó gervásio, já te convidei a marcares apontamento através do e-mail basta2002@gmail.com... covarde, mentiroso e fdp é o que és... e agora, vais voltar a não reagir?

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar